Display

quinta-feira, 26 de fevereiro de 2015

MULHERES SEMEADORAS DE DESENVOLVIMENTO


Mundo: Mulheres Semeadoras de Desenvolvimento
24 de Fevereiro de 2015

Por ocasião do Dia Internacional da Mulher, a ser celebrado em 8 de março, a Cáritas Internacional entregará o prêmio “Mulheres Semeadoras de Desenvolvimento”.

“O prêmio reconhece projetos que destacam a contribuição das mulheres para garantir alimentação e melhorar os meios de subsistência de suas famílias e comunidades. Através deles, as mulheres estão capacitadas a assumir um papel mais ativo em suas comunidades", declarou o Secretário-Geral da Cáritas Internacional, Michel Roy. "Ao ouvir as histórias dessas mulheres, tornamos visíveis seus esforços, e como é importante para a Igreja valorizá-los", acrescentou.

O Prêmio Mulheres Semeadoras de Desenvolvimento é destinado a dois projetos, que receberão 10.000 euros cada um. Uma categoria é voltada para programas executados por organizações da Cáritas. O outro é destinado a organizações de fora da Rede.

A cerimônia de premiação será parte da segunda edição do evento "Vozes da Fé", que reunirá católicas engajadas em todo o mundo na Casina Pio IV, no Vaticano.



Patrocinado pela Fundação Fidel Goetz, o "Vozes da Fé" ressalta a contribuição das mulheres na Igreja Católica junto aos pobres, na defesa da dignidade humana e na promoção da igualdade. O evento será transmitido em direto, no dia 8 de março, no site da campanha.


Fonte
http://www.alem-mar.org/noticias/EukuZZZFVuuAZKdzKL.html

quarta-feira, 25 de fevereiro de 2015

CORRUPÇÃO

Por: Tiago Dantas

A palavra corrupção vem do latim corruptus, que significa “quebrado em pedaços”; em outra interpretação, “apodrecido, podre”. Podemos dizer, então, que a palavra corrupção significa tornar-se apodrecido, tornar-se podre, apodrecer. Fora do contexto ao pé da letra – que não deixa de ser uma magnífica explicação – corrupção é o uso ilegal do poder, objetivando o benefício a si próprio ou a pessoas ligadas por uma rede de interesses.
Quando dizemos que corrupção é o uso ilegal do poder, não nos referimos apenas ao poder político, nem aos cínicos sistemas de troca de favores e presentinhos dentro da esfera política brasileira somente. Nos referimos a todo tipo de poder: político, econômico, intelectual, religioso, militar, etc. É importante desassociar corrupção de política! 

A corrupção brasileira, especificamente, não é atual. Este nojento elemento está, infelizmente, enraizado na formação cultural de nosso povo. Os colonizadores portugueses davam ridículos espelhos para os índios com o objetivo de obter o apoio dos mesmos. Isto não seria uma forma ilegal de uso do poder intelectual? Quantos capangas já foram contratados e pagos para matar outras pessoas? Uso ilegal do poder econômico? 

"Jeitinho brasileiro". Quem nunca ouviu falar? A vontade de obter vantagem em cima de tudo, mesmo nas pequenas coisas, é uma característica de boa parte dos brasileiros. Pode parecer bobo, mas as mesmas pessoas que reclamam e amaldiçoam os políticos corruptos já foram corruptas em inúmeras outras situações. 

Exemplo? João está muito entusiasmado porque fez uma novíssima carteira de estudante (falsa é claro, porque há muito não frequenta uma sala de aula) e irá pagar meia entrada em um jogo de futebol. João vai para o estádio e lá dentro, entre um intervalo e outro, surge o assunto "política". Sim, ele e seus amigos arrebentam com os políticos. No final do jogo, vai embora para casa e é pego pela polícia andando em alta velocidade. João oferece uma propina ao guarda, que o deixa ir embora sossegado. Ao chegar em casa, assiste o noticiário na TV, se depara com outro escândalo de corrupção política, e mais uma vez, inicia outro discurso hipócrita. 

Como reprovar um ato que você mesmo o pratica?
Talvez a solução para este problema seja uma mudança em nossas raízes. Se cada cidadão tomar uma nova posição, priorizando a honestidade, a ética e reprovando as práticas corruptas através de suas ações, com certeza atingiremos essas raízes. Desta forma, não seremos mais obrigados a ingerir esta fruta podre chamada corrupção.

fonte - http://meuartigo.brasilescola.com/

sexta-feira, 20 de fevereiro de 2015

SERRA DO CORVO BRANCO - SANTA CATARINA

                                                         (fotos de Celina Missura)

      

         Mais uma etapa a ser vencida. Descer a Serra do Corvo Branco.


Texto tirado do site do portal de Turismo de Urubici : 



"A lendária estrada que foi a ligação pioneira entre o litoral e a serra continua em atividade. A "garganta" de entrada (a estrada começa no meio de dois paredões de pedra, a 27 km do centro de Urubici) proporciona uma visão impressionante. 

Descer a serra até a cidade de Grão-Pará, como motorista ou passageiro, é uma emoção única, quase comparável à sentida em uma montanha-russa. As curvas fechadas (para se ter idéia do ângulo, caminhadas têm que fazê-las em duas manobras para não invadir a pista contrária e o tráfego de veículos maiores é proibido) e a pequena largura da estrada remetem imediatamente ao tempo em que a estrada era conhecida como "a mais temível" de todo o Brasil. O tempo passou e ela não perdeu sua imponência. Não esqueça, portanto, de testar os freios antes de começar."

O começo da descida da Serra do Corvo Branco, é deslumbrante, lindo. Algo majestoso, imponente, que impressiona e nos leva a reconhecer nossa pequenez diante da grandeza  e da força da criação!



                      Cada curva desperta curiosidade, ansiedade, admiração e contemplação! 
                       
                         DE COVELO PERDIZ, irmão companheiro da trajetória desafiante!

Flores nativas, cachoeiras, pássaros, árvores e folhagens povoam toda encosta da serra do Corvo Branco. Algo vislumbrante!
          Experiência impar para esses dois aventureiros - Celina Missura e De Covelo Perdiz
A Serra do Corvo Branco, localizada entre Urubici e Grão-Pará, na Serra catarinense, foi formada ao longo de 200 milhões de anos. "O local deve ser preservado por todo o conjunto: tem nascente, tem vegetação, tem plantas endêmicas e também pela beleza natural", explica Martha Wallauer, mestre em engenharia ambiental.(fonte G1.globo.com)

Rochas da Serra do Corvo Branco ajudam na formação de Aquíferos
Pedras porosas retêm água e formam Aquífero Guarani e da Serra Geral.
Vegetação do local engloba três grandes tipos de florestas bem definidos. 

                                             (Fonte G1.globo.com)


       Fotos e montagem - crédito Celina Missura - blog www.celinamissura.glogspot.com

quinta-feira, 19 de fevereiro de 2015

MORRO DA IGREJA, PEDRA FURADA - URUBICI, SC

RUMO AO MORRO DA IGREJA, URUBICI, SC

VEJA FOTOS E INFORMAÇÕES! COMENTE, DIVULGUE!

Na manhã do dia 13 de fevereiro, eu, Gilberto Perdiz e Osvaldo, partimos de carro rumo a cidade de Urubici afim de obter da secretaria de turismo a autorização para visitar o Morro da Igreja.
Fomos de carro. Viajamos em torno de 70 quilometros, com parada obrigatória para fotos na serra do Avencal




(Fotos Celina Missura - Serra do Avencal)


Já de posse da autorização para subir o morro da Igreja, partimos. Segundo pesquisa na Wikipedia, "O Morro da Igreja é um morro pertencente ao Parque Nacional de São Joaquim, localizado na divisa entre os municípios catarinenses de Bom Jardim da Serra,Orleans e Urubici.
Com 1,822 m, seu cume é o terceiro mais alto de Santa Catarina e o quinto da região Sul do Brasil, atrás dos morros Bela Vista do Ghizoni, de 1 823,49 m e da Boa Vista, com 1,827 m, todos de Santa Catarina, e dos picos Caratuva, com 1,860 m, e Paraná, com 1,877 m, do estado vizinho do Paraná. O Morro da Igreja é considerado o ponto habitado mais alto da Região Sul do Brasil"


A beleza da subida do morro da Igreja é algo fascinante, indescritível, sem igual. Impare! Algumas fotos comprovam o que estou dizendo:
"Localizado a 29 km do centro de Urubici, o morro sedia uma base de aeronáutica que controla o espaço aéreo de Santa Catarina e do Rio Grande do Sul. É o ponto habitado mais alto do sul do Brasil. Ali foi registrada a temperatura oficial mais fria do país - 17,8 graus negativos, em 1996. 
O vento intermitente dá a sensação de frio ainda mais intenso. Em todos os invernos há, invariavelmente, ocorrência de neve. É um passeio imperdível e de fácil acesso quando o tempo está bom - a subida do morro, cujo topo está a 1.822 metros de altura, é asfaltada. Do alto tem-se uma visão privilegiada da Pedra Furada, interessante formação que se assemelha a uma grande janela natural. Não esqueça de levar agasalhos, porque baixas temperaturas são comuns mesmo no verão. Para evitar neblina, o melhor horário de visitação é entre as 10h e as 15h. Os visitantes podem passar a primeira porteira, que geralmente encontra-se aberta, mas não têm permissão para entrar na área da aeronáutica, a partir da segunda porteira, que permanece fechada e com segurança em tempo integral.


Curiosa escultura natural em forma de janela, com aproximadamente 30 metros de circunferência. Pode ser visualizada do alto Morro da Igreja, à direita de quem chega ao topo (é preciso estacionar o carro e caminhar cerca de 20 metros em direção à borda do cânion).
Se o dia for límpido, é possível avistar o mar, a mais de 100 km de distância. Mas se houver nuvens o espetáculo também é belo. A Pedra Furada é o ponto de referência da divisa entre três municípios - Urubici, Bom Jardim da Serra e Orleans."
Fonte -
(http://www.urubici.sc.gov.br/)




                      Na foto: Gilberto Perdiz, Osvaldo e Celina



             Diante de tanta beleza, o coração se eleva no louvor ao Criador

                                                              Celina Missura



BOM JARDIM DA SERRA

          BOM JARDIM  DA SERRA, SANTA CATARINA


Celina Missura

Segundo dado da internet "Bom Jardim da Serra tem suas origens no início do século XVIII, época em que os tropeiros do sul do país, principalmente do Rio Grande do Sul, viajavam para o Estado de São Paulo com a finalidade de levar suas mercadorias, para vendê-las ou trocá-las, e trazer itens não existentes em suas regiões de origem. Geralmente levavam charque, couro, queijo, sebo, pinhão, gado, cavalos, suínos e muares, e traziam de volta tecidos, sal, farinha de mandioca, açúcar, arroz, querosene, munições e armas. "




Após a minha subida na Serra do Rastro, fui de carona até a cidade de Bom Jardim da Serra. Dados da internet dizem que na região  predominam os descendentes de portugueses, italianos e espanhóis que se dedicam ao cultivo da maçã e de batatas, e tem na pecuária uma grande força no comércio da região. A cidade tem 4.395 habitantes segundo o IBGE.

                             A cidade é pequena e linda, limpa e toda florida como mostram as fotos.



Paróquia Nossa Senhora Do Perpétuo Socorro - Igreja Matriz de Bom Jardim da Serra, Santa Catarina



Lindo amanhecer em Bom Jardim da Serra. Ar puro, temperatura         agradável - dia 12 de fevereiro - estava em 19 graus.




A cidade e região oferece vários lugares acolhedores, hotéis e pousadas. Eu e meus amigos Perdiz e Osvaldo, ficamos no hotel Morada dos Pinheiros.

Fotos - crédito Celina Missura